Valorização da força de trabalho

Um alojamento temporário para os trabalhadores envolvidos nas obras de expansão da Tropical é um exemplo do esforço que a BP no Brasil está fazendo para alcançar altos padrões em bem-estar do trabalhador

Quando em 2013 a BP se preparava para iniciar a expansão de 350 milhões de dólares da unidade Tropical, de processamento de cana-de-açúcar, localizada em Edéia, Goiás, um dilema-chave para os líderes da operação era onde iriam alojar os cerca de 600 trabalhadores necessários para executar o trabalho. 

O desafio era encontrar uma solução que garantiria o bem-estar dos trabalhadores. Devido à localização da Tropical, distante pelo menos 16 quilômetros do povoado mais próximo, a segurança no transporte se tornou uma questão crucial. Além disso, opções de hospedagem nas cidades e povoados próximos são limitadas, e as acomodações temporárias normalmente fornecidas para trabalhadores da construção civil no Brasil são conhecidas por suas precárias condições.

Um alojamento customizado

A BP então decidiu construir um conjunto habitacional temporário específico para os trabalhadores da Tropical a poucos quilômetros da unidade. O objetivo foi criar uma acomodação com padrões muito mais elevados do que aqueles tipicamente encontrados nesse tipo de instalação. 

O conjunto habitacional foi desenhado de acordo com as práticas recomendadas para acomodação da força de trabalho no nosso sistema de gestão operacional, além de visar atender a todas as regulações brasileiras relevantes, como aquelas relacionadas a ergonomia, condições de trabalho e qualidade do ar. 

Cada trabalhador possui um espaço privado para dormir de 8m2, sendo que os quartos foram projetados de forma a permitir o fluxo de ar para controle de temperatura – uma consideração importante em um local onde a temperatura pode exceder os 35°C. O complexo tem água potável para beber e tomar banho e há instalações de tratamento de esgoto no local. Há também uma lavanderia disponível para os trabalhadores e outras comodidades, como uma área de recreação, duas salas de TV, uma cafeteria, um cinema ao ar livre e um centro de saúde 24 horas. 

Educação em saúde é uma constante para quem mora no conjunto habitacional. A BP trabalhou junto a uma instituição local de saúde para fornecer avaliações médicas aos trabalhadores, bem como palestras sobre temas como tabagismo, álcool, drogas e saúde oral. Semanalmente são realizadas reuniões entre líderes da BP e moradores do complexo para discutir assuntos de saúde e bem-estar. 

Certificação por boas práticas

A Tropical foi uma das primeiras operações em sua categoria no mundo a receber a certificação SA8000, um padrão internacional para responsabilidade social e direitos humanos. A certificação foi recebida em 2011 – mesmo ano em que a BP comprou a participação total da unidade de seus parceiros – após uma auditoria independente das práticas de trabalho e direitos humanos e passos subsequentes para melhorar os processos de trabalho na operação. Por exemplo, foram implementados novos canais de comunicação para trabalhadores que desejassem expor suas preocupações e criados um sistema de colheita mecanizado para substituir o sistema manual onde possível. 

Desde então, outros procedimentos e políticas de segurança foram introduzidas, incluindo campanhas de comunicação voltadas para conscientizar os trabalhadores sobre os riscos de doenças como a dengue e a AIDS. 

Leia também: