Movimento ECO — Empresas Contra os Fogos

Em 2013 a BP volta a associar-se ao movimento ECO, na Campanha de Prevenção dos Incêndios Florestais, porque consideramos que a Proteção da Floresta é um dever de todos.

A floresta portuguesa:

  • ocupa cerca de 39% do território
  • representa cerca de 3% do PIB
  • assegura mais de 260 mil postos trabalho
  • representa 11% das exportações

Principais causas dos incêndios florestais:

  • 39% Negligência
  • 28% Desconhecido
  • 22% Intencional
  • 11% Reacendimentos
A maior parte dos incêndios começa com um acto negligente.

A preservação da floresta é uma obrigação de todos os portugueses:

  • impactos ambientais - destruição da biodiversidade e do equilíbrio ambiental;
  • impactos económicos - destruição de uma parte significativa da economia nacional;
  • impactos paisagísticos - destruição da paisagem com consequências negativas para atividades emergentes (ex. turismo).

Mobilização:

  • Portugal continua a ser um país com um elevado número de ocorrências, no contexto do sul da Europa.
  • A sensibilização dos cidadãos é decisiva para prevenir os incêndios florestais, minimizar os danos e os dramas.
  • O trabalho levado a cabo nos anos anteriores conduziu a uma mudança significativa de atitudes e comportamentos, numa lógica da prevenção.
  • O cidadão desempenha hoje um papel cada vez mais ativo e responsável.

Objetivos:

  • valorizar a floresta;
  • consciencializar a sociedade civil para a necessidade da preservação da floresta;
  • mobilizar o cidadão para a prática de atitudes de prevenção dos incêndios florestais;
  • desafiar as empresas a participarem num Movimento coletivo de responsabilidade social em prol da valorização da floresta;
  • reduzir o nº de ocorrências;
  • diminuir a área ardida.