Consumo eficiente

Uma condução eficiente poupa dinheiro e favorece o ambiente

Todos nós pensamos que conduzimos bem, mas quantas pessoas sabem conduzir com eficiência?

Qual a melhor forma de poupar dinheiro e reduzir a emissão de gases de escape?

Basta ir o mais devagar possível? Em que mudança se deve estar? Como se deve fazer a aproximação de viragens, cruzamentos ou semáforos?

Vale a pena descobrir as respostas, porque os nossos testes mostram que basta colocar em prática algumas dicas e técnicas de condução eficiente para se reduzir até um quarto da nossa despesa anual com combustível.

E a condução não é o único aspeto importante. Ficaria admirado com a diferença que pequenas coisas podem fazer, como manter os pneus com a pressão certa, fechar os vidros para reduzir a resistência e desligar o ar condicionado sempre que possível.

Dicas de condução eficiente

1. Pressão dos pneus certa

Os pneus com pouca pressão não são só potencialmente perigosos, mas também aumentam a resistência ao rolamento entre os pneus do veículo e a estrada, o que significa que o motor tem de trabalhar mais e, portanto, consome mais combustível.

2. Veículo submetido a manutenção completa

Não é provável que um veículo sem a manutenção certa apresente o desempenho esperado. Problemas como filtros parcialmente bloqueados, mau desempenho do lubrificante e mau desempenho do sistema de controlo de emissões impedirão o motor de funcionar corretamente. Tal pode originar um aumento do consumo de combustível e do nível de emissões.

3. Remover as barras da caixa do tejadilho

Os acessórios de encaixe externos, como caixas de tejadilho, barras de tejadilho e suportes de bicicletas, devem ser removidos quando não forem utilizados. Estes acessórios alteram o fluxo do ar sobre o veículo e aumentam a sua resistência aerodinâmica, ou seja, a viatura vai precisar de mais potência do motor, aumentando o consumo de combustível e as emissões.

4. Pense como refresca o ambiente no habitáculo

Evite conduzir com os vidros abertos a velocidades superiores a 80 km/h, visto que isso aumenta a resistência aerodinâmica do carro. Para reduzir a carga do motor — e assim o consumo de combustível — feche os vidros e ligue a ventoinha, apenas utilizando o ar condicionado quando for realmente necessário para manter uma temperatura confortável.

5. Remover o peso desnecessário

O transporte de peso desnecessário na bagageira ou habitáculo do veículo obriga o motor a trabalhar mais na aceleração. Isto afeta sobretudo a condução em pára-arranca. O simples facto de se retirar essa carga reduz o consumo e as emissões.

6. Minimizar a condução em pára-arranca

O motor tem de trabalhar mais quando se acelera e, sempre que se utilizam os travões, esta energia perde-se na forma de calor. Acelerar mais suavemente e levantar o pé do acelerador mais cedo são ações que melhoram o consumo.

7. Excesso de ralenti

O ralenti desnecessário vai consumir combustível e produzir emissões, mesmo quando a viatura está parada. Quando os períodos de paragem se prolongam por vários minutos, deve desligar-se o motor, caso seja seguro, e o consumo e as emissões param completamente.

8. Evitar acelerações bruscas

As acelerações bruscas e as altas velocidades fazem o motor consumir mais combustível. Isto deve-se ao facto de o motor funcionar de forma menos eficiente com cargas e velocidades elevadas. O consumo e as emissões serão reduzidos se a aceleração até à velocidade pretendida for mais gradual e se se evitarem as rotações altas do motor, passando para a mudança acima mais cedo.

9. Evitar deslocações curtas

Nas deslocações curtas o motor, porque está frio, utiliza mais combustível do que o normal para alcançar a temperatura de funcionamento ideal. O conversor catalítico no sistema de escape, que reduz as emissões nocivas, também é menos eficiente quando está frio. Assim, as deslocações de arranque a frio dão origem a mais emissões e a um maior consumo de combustível durante vários minutos depois do arranque por comparação com um motor quente. Portanto, sempre que possível, é melhor evitar as deslocações curtas.

10. Utilizar combustível de alta qualidade

Os combustíveis premium, como os novos combustíveis BP Ultimate com tecnologia ACTIVE, permitem ao motor um funcionamento mais eficiente, reduzindo o consumo e as emissões.