1. Home
  2. Notícias
  3. bp Angola inicia campanha de perfuração do projecto Platina no Bloco 18

bp Angola inicia campanha de perfuração do projecto Platina no Bloco 18

O navio DS-12 vai realizar operações de perfuração em quatro poços durante os próximos seis meses. O desenvolvimento do projecto foi aprovado em Dezembro de 2018 e estima-se que o início da produção de petróleo ocorra no último trimestre de 2021

Luanda, 20 de Outubro de 2020 - A bp Angola anuncia o início de operações de perfuração no Projecto Platina, no Bloco 18.  O navio de perfuração DS-12 chegou a Angola a 28 de Setembro para realizar o programa de perfuração do projecto Platina, um tie-back (ligação) submarino para o FPSO Grande Plutónio.

  • O projecto envolve 44 milhões de barris de petróleo em reservas estimadas, e no seu pico produzirá cerca de 30 mil barris por dia. 
  • Esta actividade representa a segunda fase de desenvolvimento no Bloco 18 – o projecto Grande Plutónio teve início em 2007 – e será o primeiro novo desenvolvimento operado pela bp em Angola desde o projecto PSVM no bloco 31, que iniciou a sua produção em 2012. 

 ‘’O progresso do projecto Platina reitera o compromisso da bp com Angola e representa um forte contributo para a estratégia a longo-prazo do governo e da nossa empresa para o sector de petróleo e gás.  Também estamos orgulhosos de, graças ao trabalho extraordinário das nossas equipas e estreita colaboração com o nosso parceiro SINOPEC,estarmos a progredir com este projecto com 20% de redução de custos, 10% de aumento das reservas estimadas e 12 meses de antecipação no tempo de execução.''                                                                                                     
 
Adriano Bastos, Vice-Presidente Sénior, bp Angola 

 

“Estamos bastante entusiasmados por voltar a ter actividades de perfuração em Angola.  Apesar de atravessarmos um momento difícil para as operações devido à pandemia da COVID-19, conseguimos avnaçar com o projecto de acrodo com o plano. Estamos a trabalhar em estreita colaboração com o nosso parceiro Sinopec, os prestadores de serviço, a Concessionária Nacional (ANPG) e as autoridades de saúde de Angola para garantir que são implementadas todas as medidas de mitigação que protejam os intervenientes nas nossas operações offshore.'' 
 
- Jim O’Leary, Vice-Presidente de Operações de Poços para África da bp 

 

O navio DS-12 vai perfurar 4 poços (2 de produção e 2 de injecção) no desenvolvimento do campo Platina com o apoio de dois navios de carga, um deles equipado com veículos de operação remota (VOR) e outro para resposta a emergência. 
 
Sobre a bp em Angola 
A bp é uma empresa integrada de energia e um dos maiores investidores em Angola, tendo contribuído com cerca de 15% para a produção total de petróleo do país desde 2003 e investido mais de $30 mil milhões nos últimos 30 anos.  

A bp é operadora dos blocos 18 e 31 nas águas profundas da bacia do Baixo Congo. Tem ainda participação nos blocos 15, 17, 20, assim como na instalação da Angola LNG (ALNG) no Soyo e no Novo Consórcio de Gás. 
 
Informações adicionais: 
www.bp.com/angola 
Serviço de Imprensa da bp, Luanda  
Claudia Santana, claudia.santana@bp.com  
Serviço de Imprensa da bp, Londres +44 (0)207 496 4076, bppress@bp.com