1. Home
  2. Onde operamos
  3. Operado por parceiros

Operado por parceiros

A BP é accionista nos blocos 15, 17 e 20 bem como na Fabrica de Gás Natural
Liquifeto do Soyo.

Bloco 15
O bloco 15, cuja produção teve início em 2003, produz actualmente cerca de 235,000 barris de petróleo por dia. O campos deste bloco estão a amadurecer, mas está em curso uma nova fase de desenvolvimento, que inclui a progressão de três campos satélite (Bavuca, Kakocha e Mondo S).

Operador: Exxon

Parceiros: Exxon (36%), BP Angola (24%), Equinor (12%), ENI (18%) and Sonangol (10%)
Capacidades instalada de  Produção
 

  • FPSO Kizomba A (250 bpd);
  • FPSO Kizomba B (250 bpd);
  • FPSO Mondo (100 bpd)
  • FPSO Saxi-Batuque (100 bpd)
  • Total de produção diária bruta em 2018: 235 000 bpd.
  • Início de produção: Kizomba A (2004), Kizomba B (2007), Mondo (2008), Saxi Batuque (2008)  
     

 

Bloco 17
O bloco 17, cuja produção teve início em 2001, e que produz actualmente cerca de 537 mil barris de petróleo por dia. O projecto de desenvolvimento mais recente do bloco, Cravo, Lírio, Orquídea e Violeta (CLOV) iniciou a produção com êxito antes da data prevista, em Junho de 2014. 

Parceiros:  Total (40%), BP (16,67%), Equinor (23,33%) e Exxon (20%)

  • Area: 5,000 sq. km²
  • Profundidade de água: 1,200m – 1,700m
  • Capacidades Instalada de Produção  
  • FPSO Girassol 200mbd
  • FPSO Dalia 240mbd
  • FPSO Pazflor 220mbd
  • FPSO CLOV 160mbd
  • Total de produção diária bruta em 2018: 537 bpd

Início de produção: Girassol: December 2001, Dalia: December 2006, Pazflor: August 2011, CLOV: June 2014

Angola LNG

Somos accionistas da joint venture Angola LNG, que é proprietária de uma unidade de produção de gás natural liquefeito no Soyo, na província Zaire situada no norte de Angola. A Angola LNG é uma joint venture cujos membros são a Sonangol (22.8%), a Chevron (36.4%), a BP (13.6%), a ENI (13.6%) e a Total (13.6%). Trata-se da primeira instalação de gás natural liquefeito do país e é o maior investimento individual em terra da indústria do petróleo e do gás em Angola.

Com um investimento de 10 mil milhões de dólares, o projecto Angola LNG foi construído para criar valor a partir dos recursos de gás de alto mar, sendo um dos maiores investimentos individuais de sempre na indústria do petróleo e do gás de Angola. Resulta de uma parceria entre a Sonangol, Chevron, BP, Eni e Total, que visa recolher e processar gás, e disponibilizar até 5,2 milhões de toneladas de GNL por ano no mercado global.

Block 20

  • Operador: A Sonangol P&P detem os direitos de operador do Bloco
    Parceiros: Sonangol P&P (70%), BP (30%)
  • Area: 5,000km²
  • Profundidade de água: Aproxiamadamente 1,500metros