1. Home
  2. Notícias e Relatórios
  3. Relatórios
  4. Energy Outlook 2022

Energy Outlook 2022

O Energy Outlook 2022 explora as principais incertezas em torno da transição energética e concentra-se em três cenários principais: Accelerated, Net Zero e New Momentum

 

Explore o relatório online para uma melhor experiência interativa ou descarregue o booklet

11 temas chave do Energy Outlook 2022

 

O Energy Outlook pode ser utilizado para identificar aspetos da transição energética que são comuns nos principais cenários e, portanto, pode fornecer um guia acerca de como o sistema energético pode evoluir nos próximos 30 anos 

  1. O orçamento de carbono está a esgotar-se: as emissões de CO₂ têm vindo a aumentar a cada ano desde a COP de Paris em 2015, exceto em 2020. Atrasar uma ação decisiva para reduzir as emissões de forma sustentável pode levar a custos económicos e sociais significativos. Saiba mais
  2. As ambições governamentais em todo o mundo cresceram acentuadamente nos últimos anos, apontando para um novo e crescente impulso no combate às alterações climáticas. Mas há uma incerteza significativa relativamente à forma como os países e regiões serão bem-sucedidos no alcançar destes objetivos e promessas. Saiba mais
  3. A estrutura da procura de energia altera-se, com a diminuição gradual da importância dos combustíveis fósseis, substituídos por uma quota crescente de energias renováveis e eletrificação. A transição para um mundo de baixo carbono requer uma série de outras fontes e tecnologias de energia, incluindo hidrogénio de baixo carbono, bioenergia moderna e captura, uso e armazenamento de carbono (CCUS). Saiba mais
  4. O movimento em direção a um sistema de energia de baixo carbono leva a uma reestruturação fundamental dos mercados globais de energia, com um mix de energia mais diversificado, maiores níveis de concorrência, mudanças nas rendas económicas e um papel maior da escolha do consumidor. Saiba mais
  5. A procura por petróleo ultrapassa os níveis pré-COVID-19 antes de voltar a cair ainda mais. Os declínios na procura de petróleo são impulsionados pela crescente eficiência e eletrificação dos transportes rodoviários. Os declínios naturais na produção de hidrocarbonetos existentes implicam que o investimento contínuo em novo petróleo e gás a montante seja necessário nos próximos 30 anos. Saiba mais
  6. O uso de gás natural é suportado, pelo menos durante um período, pelo aumento da procura em economias emergentes de rápido crescimento, à medida que se continuam a industrializar e a reduzir a sua dependência do carvão. O crescimento do gás natural liquefeito desempenha um papel central no aumento do acesso dos mercados emergentes ao gás natural. Saiba mais
  7. A energia eólica e solar expandem-se rapidamente, representando o todo ou a maior parte do aumento na geração global de energia, sustentado por quedas contínuas nos seus custos e uma capacidade crescente dos sistemas de energia de integrar altas concentrações de fontes de energia variáveis. O crescimento da energia eólica e solar exige um aumento substancial no ritmo de investimento em novas capacidades e tecnologias e infraestruturas facilitadoras. Saiba mais
  8. O uso da bioenergia moderna aumenta substancialmente, fornecendo uma alternativa de baixo carbono aos combustíveis fósseis em setores difíceis de descarbonizar. Saiba mais
  9. O uso de hidrogénio de baixo carbono aumenta à medida que o sistema energético se descarboniza progressivamente, transportando energia para atividades e processos de difícil eletrificação, especialmente na indústria e no transporte. A produção de hidrogénio de baixo carbono é dominada pelo hidrogénio verde e azul, com o hidrogénio verde a crescer em importância ao longo do tempo. Saiba mais
  10. A captura, uso e armazenamento de carbono (CCUS) desempenha um papel central no apoio a um sistema de energia de baixo carbono: capturando emissões de processos industriais, fornecendo uma fonte de remoção de dióxido de carbono e reduzindo as emissões de combustíveis fósseis. Saiba mais
  11. Uma série de remoções de dióxido de carbono – incluindo bioenergia combinada com captura e armazenamento de carbono, soluções climáticas naturais e captura direta de ar com armazenamento – podem ser necessárias para que o mundo alcance uma descarbonização profunda e rápida. Saiba mais
Nota: Os cenários incluídos no Energy Outlook 2022 foram preparados antes do início do conflito na Ucrânia e não incluem a análise das implicações desta situação na economia global e nos mercados da energia. Os cenários apresentados serão atualizados logo que haja maior claridade sobre as implicações da situação atual.