Iniciativas Sociais

Ser sustentável, ser socialmente responsável e acrescentar valor à comunidade faz parte do ADN da BP

Ser sustentável, ser socialmente responsável e acrescentar valor à comunidade é para a BP muito mais de um capítulo da sua história ou uma página do seu quotidiano. Estes comportamentos, atitudes e forma de estar fazem parte do ADN da empresa, não só em Portugal como em todo o mundo, e integram a atividade diária da BP como se de uma extensão do seu negócio se tratasse. 

Fazer a diferença, acrescentar valor, envolver e criar oportunidades de melhoria para todos os que se relacionam com a BP é uma missão que a empresa, e os seus colaboradores, tomaram há muito em mãos e transformaram nos grandes objetivos das políticas de Responsabilidade Social que a BP Portugal tem vindo a implementar nas últimas décadas. Considerada uma área estratégica da organização, a materialização deste pilar social é visível, interna e externamente, não só através das ações que a própria BP Portugal cria e implementa mas também através dos projetos de cariz social, educativo e ambiental nos quais se envolve mediante parcerias ou protocolos de colaboração.

Bombeiros Voluntários do Beato

A BP Portugal tem desde final de 2015 um protocolo com a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários do Beato com o objetivo de ajudar esta instituição a construir um novo quartel no terreno cedido à Associação pela Câmara Municipal de Lisboa. 

A associação da BP com esta associação de Bombeiros reforça o seu histórico de envolvimento com causas de enorme reconhecimento, não só a nível local como nacional, e o seu compromisso com a sustentabilidade através de intervenções em áreas sociais muito concretas.

Fundação do Gil

A parceria entre a BP e a Fundação do Gil, nomeadamente no apoio que a empresa disponibiliza ao Projeto UMAD - Unidades Móveis de Apoio ao Domicílio, contribuindo com combustível para garantir a mobilidade das carrinhas, existe desde 2014. Com este apoio a BP ajuda a viabilizar a continuação do apoio a crianças com doença crónica, e suas famílias, ao permitir o seu regresso a casa após internamento hospitalar, através de um acompanhamento clínico e social de agregados familiares dispersos por 11 distritos de Portugal Continental. 

O trabalho desenvolvido por estas carrinhas a nível nacional representa para a BP o expoente máximo da sua preocupação com a saúde e bem-estar da comunidade, uma vez que estas unidades móveis da Fundação do Gil ao fornecerem uma estrutura de apoio às crianças e jovens que passaram por um internamento hospitalar ajudam a melhorar a sua qualidade de vida, sobretudo ao nível dos afetos, pois permitem o seu rápido regresso à vida familiar.

GRACE

Fundadora do Movimento GRACE em 2000 com o objetivo de sensibilizar o mundo dos negócios para a Cidadania Empresarial, rapidamente a BP Portugal tomou a dianteira desta nova abordagem das organizações à Sociedade. 

Desde o momento em que integrou este Movimento, a BP não mais parou de se envolver em projetos e iniciativas de cariz social, tanto dentro como fora do GRACE, e o seu empenho nestas causas levou mesmo o GRACE a convidar a BP a integrar os seus quadros diretivos. Inicialmente constituído por oito empresas, na sua maioria multinacionais, o GRACE tem como missão promover o desenvolvimento de iniciativas de Responsabilidade Social Empresarial junto das empresas.

EPIS

A BP Portugal apoia desde 2010 as “ Bolsas Sociais EPIS” que esta Associação Empresarial pela Inclusão Social atribui como forma de distinguir as boas práticas pela inclusão social. O envolvimento da BP neste projeto contribuiu para que fosse possível à EPIS continuar a atribuir apoios a alunos com um histórico de abandono escolar em cursos de nível 2 e 3 do Quadro Nacional de Qualificações. 

Criada em 2006 por um grupo de mais de 100 empresários e gestores de Portugal, em resposta ao repto do Presidente da República para que estes se envolvessem mais com o Estado nos desafios da inclusão social em Portugal, a EPIS tem por missão a promoção da inclusão social em Portugal. Desde 2006, tem vindo a focar-se na capacitação de jovens necessitados para a realização do seu potencial ao longo da vida, através da Educação, da Formação e da Inserção Profissional.

Refúgio Aboim Ascensão

O apoio da BP Portugal ao Refúgio Aboim Ascensão, que remonta a Abril 2008, é concretizado no terreno pelos seus revendedores e concessionários da zona do Algarve através do fornecimento de combustíveis líquidos de forma a assegurar a mobilidade das viaturas desta instituição. Esta parceria integra a política de responsabilidade social da BP Portugal e vai ao encontro dos valores de ética, diversidade e inclusão que sustentam o apoio da BP a causas de enorme reconhecimento, não só a nível local como nacional, mantendo o compromisso com a sustentabilidade. 

O Refúgio Aboim Ascensão é uma Instituição Particular de Solidariedade Social que mantém há 80 anos o compromisso de dar “Apoio à Primeira Infância”, acolhendo crianças em grave risco, com idades compreendidas entre os zero e os seis anos, procurando o seu crescimento e integração na sociedade.

Associação Salvador

A BP Portugal mantém desde 2012 uma parceria com a Associação Salvador, com especial enfoque nas questões relativas à Prevenção e Segurança Rodoviária. A Associação Salvador, Instituição Particular de Solidariedade Social, tem como missão promover a integração das pessoas com deficiência motora na sociedade e melhorar a sua qualidade de vida. A sua atividade é diversa e os projetos em que se envolve respondem eficazmente às principais necessidades desta população específica.

De entre as suas áreas de atuação, a Prevenção e Segurança Rodoviária são uma preocupação constante, uma vez que os acidentes rodoviários estão na origem de muitos dos casos de deficiência motora adquirida. Também para a BP Portugal, esta é uma questão prioritária e nesse sentido foi possível estabelecer um protocolo entre as duas instituições, com o objetivo de levar mais longe esta mensagem. 

A Associação Salvador, por sua vez, tem-se envolvido nas diversas ações do projeto de prevenção rodoviária da BP Portugal, o “BP Segurança ao Segundo”, através da presença do seu presidente Salvador Mendes de Almeida em vários momentos nos quais tem partilhado o seu testemunho de vida e a sua visão sobre o tema. 

O envolvimento da BP Portugal com esta entidade vai, por isso, ao encontro dos valores de ética, diversidade e inclusão defendidos pela empresa, contemplados tanto no seu código de conduta como na sua estratégia de Responsabilidade Social /Cidadania Empresarial.

CAIS

O Protocolo Abrigo é o elo que liga a BP Portugal e a Associação CAIS desde 2003. Com o objetivo de garantir o apoio a diversas iniciativas da Cais e ao seu projeto social, que visa melhorar as condições de vida de pessoas desfavorecidas e em situação de exclusão perante a sociedade, esta parceria coloca ao seu dispor desta associação alguns dos bens e serviços das áreas de negócio da BP. 

A criação do Protocolo Abrigo, que contou com a adesão da BP Portugal desde o primeiro ano, em 2003, visa envolver o setor empresarial português na missão da CAIS ajudando-a a responder com maior prontidão e eficiência às solicitações sociais. 

Também em conjunto com esta Associação a BP deu em 2015 os primeiros passos no “Projeto 10|300”, lançado um ano antes, com o primeiro recrutamento de um beneficiário da CAIS a ocorrer em fevereiro para o posto BP de Moscavide. 

Embora com um longo caminho a percorrer, uma vez que esta iniciativa tem como objetivo promover a integração profissional de 300 pessoas em 10 anos, procurando alinhar as necessidades de recursos humanos de cada Posto de Abastecimento de Combustíveis da rede BP com a dimensão e perfil dos candidatos CAIS, as sementes e os beneficiários desta entidade têm vindo a ser integrados, simbolizando a materialização do compromisso da BP para, através deste projeto, desenvolver esforços no sentido de fomentar o processo de integração profissional dos beneficiários apoiados pela CAIS.

Banco Alimentar contra a Fome

A BP Portugal apoia há vários anos a Federação Portuguesa dos Bancos Alimentares contra a Fome na sua missão de recolher alimentos para distribuir a mais de 2.600 instituições de solidariedade social que os entregam a mais de 425 mil pessoas com carências alimentares comprovadas. A “Campanha AJUDA VALE” permite aos portugueses contribuir para esta causa adquirindo na rede da BP de norte a sul do País cupões-vale que o Banco Alimentar depois transformou em produtos específicos do parceiro Pingo Doce.

Observatório de Comunicação Interna

Membro do Conselho Assessor do Observatório de Comunicação Interna desde 2014 a BP Portugal tem usado este canal para partilhar o seu conhecimento nesta área e também para ajudar a criar as bases necessárias para a comunicação entre empresas. Damos especial relevância à aprendizagem e partilha do saber, às boas práticas e ao desenvolvimento de competências, através da interação com todos aqueles que queiram juntar-se a nós e que acreditem na excelência da comunicação. 

Por outro lado, a estratégia da comunicação interna da BP Portugal, nas suas várias vertentes, segue rigorosamente o Código de Conduta definido pela empresa e é indissociável dos valores do grupo - “Segurança, Respeito, Excelência, Coragem e ‘One Team’”. Este alinhamento, que tem como principal preocupação a gestão dos negócios de forma íntegra, respeitando as diferentes culturas, a dignidade e os direitos dos indivíduos em todos os países onde operamos, está também enraizada na área da Comunicação Interna, uma rede muito forte a nível europeu ao integrar todos os países onde a BP está presente.

BP Statistical Review of World Energy

O BP Statistical Review of World Energy, uma das publicações de referência mundial no setor energético, que resulta do trabalho da equipa de Energy Economics da BP, é há vários anos apresentado em Portugal pelas mais proeminentes figuras do Grupo BP, tais como Spencer Dale, economista chefe da BP, ou Peter Mather, vice-presidente da BP europa. 

O documento, que faz a retrospetiva do ano transato, dando enfoque às principais tendências no campo energético, é a ferramenta que a BP disponibiliza ao mundo para que este compreenda o que se passou globalmente na área da energia e o porquê dos seus impactos na vivência dos países no ano transato, criando uma base sólida para discutir tendências estruturantes para o futuro. Através deste documento, decisor, empresas, mundo académico e sociedade civil, em geral, podem também conhecer as principais tendências no campo energético, seja na área da produção ou do consumo das principais fontes de energia, como o carvão, o petróleo, o gás natural, o nuclear ou as energias renováveis.